Web Stories: Entenda como ampliar a sua marca no Google

Os avanços da sociedade podem ser medidos por uma série de tópicos, incluindo o comportamento do público em relação até mesmo às novas tecnologias que surgem no mercado, o que acaba por atingir até mesmo os conteúdos, chegando ao Web Stories.

Um novo formato que trabalha com um modelo muito mais flexível, o que envolve até mesmo o tempo de exibição desse tipo de material ao público, indo em contramão ao registro digital, tratando-se de peças que só estarão disponíveis por um tempo limitado.

Sistema que alcançou tamanha popularidade a ponto de ser encontrado não apenas em uma plataforma, mas também em diversas opções de redes sociais, cada um atuando para chegar ao alcance de um perfil específico de usuários, com interesse em certos assuntos.

Mesmo com essa diferenciação comum entre as redes, o formato story vem se tornando popular em grande parte delas, servindo até mesmo como uma opção a ser considerada durante a criação de um anúncio por parte de uma loja de comércio de luminárias.

Sendo assim uma opção no qual tal vendedor pode destacar peças do acervo do seu estabelecimento, como também se aproveitar do caráter de exibição limitada em questão de tempo, para assim destacar promoções e a serem divulgadas em um único período.

E tal aplicação pode estar disponível tanto em uma rede profissional, como o LinkedIn, mas também em plataformas voltadas a lidar com conteúdos de áudio e vídeo, conforme é visto hoje por meio do Instagram, uma rede social que inclusive se especializou nesse assunto.

E tamanha a popularidade do modelo stories, ele pode ser visto sendo trabalhado até mesmo pelo Google. A mesma plataforma que pode ser útil para pesquisar por temas gerais, assim como por serviços específicos, tal como calibração de equipamentos de medição.

Situação que é possível graças à própria evolução do Google, que atualmente trabalha com uma alta gama de possibilidades, com muitas ferramentas voltadas à questão de pesquisa, mas que lida também com outros tipos de formatos, mantendo a companhia em alta.

Para ser possível ter um acesso total a todas as aplicações que são oferecidas pelo Google, é importante primeiro conhecer quais são essas ferramentas, opções que a empresa de tecnologia vem oferecendo de forma cada vez mais dinâmica, acompanhando o mercado.

Junto a essas novas aplicações, é importante citar o formato dos Web Stories diante de todas as oportunidades que esse tipo de conteúdo pode trazer para uma empresa que resolva trabalhar com tal ferramenta.

O histórico do Google Web Stories

Os Web Stories do Google estão disponíveis ao público desde 2020, mas quando se trata do desenvolvimento desse formato, é preciso acompanhar todo um processo de evolução em relação à forma com que os usuários consomem conteúdo na internet.

Nos últimos anos o modelo de conteúdo em vídeo foi se tornando ainda mais popular, acompanhando assim o sucesso do YouTube, plataforma do Google que segue no momento como o maior distribuidor de conteúdos em vídeos disponível na internet.

Espaço esse no qual se tornou possível encontrar os mais diversos tipos de conteúdo, permitindo, por exemplo, que uma empresa de barreira acústica possa usar desse espaço para explicar ao público o funcionamento dos seus serviços, além de outras questões.

Seguindo esse apelo aos conteúdos em vídeo, o Instagram, antes uma rede especializada em fotos, passou a modificar a sua estrutura, dando um valor maior para o audiovisual, com vídeos tomando conta até mesmo do feed, a página principal do Instagram.

Contudo, a maior popularidade da rede acabou sendo conquistada através dos stories, um formato de vídeos curtos cuja exibição costuma estar disponível aos usuários por um tempo limitado de apenas 24 horas, similar ao que também é feito pelo Snapchat.

Por causa da flexibilidade desse tipo de conteúdo, os stories se tornaram amplamente populares, alcançando assim um número grande e diversos de redes sociais. Formato que também pode ser visto atualmente junto ao Google através do Google Web Stories.

O grande diferencial desse formato no site de buscas em relação às redes citadas é justamente o citado período de exibição, já que o Google opta por um tempo ilimitado, aumentando assim as possibilidade de quem usa tal formato com um propósito comercial.

Facilitando assim com que os conteúdos desenvolvidos por uma empresa de segurança, a destacar algumas de suas ferramentas comercializadas, como um controlador de acesso empresas, fiquem disponíveis ao público por um longo de tempo, atingindo mais usuários.

Conteúdos esses que podem ser vistos diretamente nos sites da empresa que busca trabalhar com tal formato, e que esteja cadastrado no sistema de Web Stories do Google, na página de buscas da plataforma e também no mais recente Google Discover.

Uma aplicação para dispositivos móveis que facilita o acesso a conteúdos diversos por meio de pesquisas otimizadas, o que é útil também para a veiculação de certos anúncios. E tamanho dos locais a serem compartilhados indica um dos pontos positivos de tal aplicação.

Vantagens do Google Web Stories

Ao trabalhar com esse tipo de formato, um anunciante passa a ter acesso a diversos benefícios, sendo possível destacar entre eles:

  • Facilidade de monetização;
  • Mensuração de resultados;
  • Conteúdo interativo;
  • Responsivo para diferentes dispositivos;
  • Maior autoridade para a empresa.

Pontos esses que fazem com que esse tipo de conteúdo deva ser visto com certa importância, já que ele pode fazer com que uma empresa conquiste uma relação diferenciada com o seu público, a começar pela sua atenção alcançada.

Permitindo assim para quem trabalha com um serviço específico, tal como uma agência gráfica para impressão de apostilas, dar início a uma relação de destaque com seus possíveis clientes, aumentando assim as possibilidades de sucesso de tal negócio.

Tudo isso baseado na forma em que os seus serviços são visualizados na internet, obtendo melhores resultados comerciais na medida em que os seus conteúdos chegam aos olhos de possíveis clientes a serem conquistados.

E para se ter acesso aos benefícios citados, é importante então não só adotar a produção de Web Stories para a sua marca, mas também saber como produzi-los da melhor maneira possível.

Como fazer Web Stories de qualidade?

Para garantir a eficácia presente no Google Web Stories, é essencial saber como desenvolver conteúdos para esse tipo de plataforma, existindo similaridades com a produção de stories para o Instagram, ao mesmo tempo que existem suas especificidades.

A construção e otimização de tal tipo de conteúdo se faz a partir das seguintes ações:

Criatividade em alta

Por se tratar de um conteúdo mais flexível, é essencial que essa maleabilidade seja trabalhada na produção de imagens ou vídeos a serem compartilhados através desse sistema.

Criatividade que é necessária também para conquistar um certo destaque diante do alto número de conteúdos que pode se encontrar na internet, além de fazer com que um usuário não deixe de visualizar com atenção os web stories que aparecem na sua tela.

Sendo necessário trabalhar com essa linha criativa para todos os tipos de serviços a serem trabalhados junto ao Google, incluindo aqueles de perfil segmentado, permitindo a uma  equipe de topografia divulgar tanto os seus serviços como os bastidores do seu trabalho.

Plugins necessários

Se a criatividade é necessária para a produção de conteúdo em si, outro passo a se observar é a forma em que esses web stories podem ser compartilhados, tendo como fonte a construção própria do site, a divulgação desse formato parte de tal local.

Sendo necessário trabalhar com plugins próprios para o compartilhamento de um web story, como o plugin disponível pela plataforma WordPress, além daqueles disponibilizados por empresas terceiras.

Aplicações que são tão importantes para a construção de um Google Web Story como a conexão à internet a ser acessada através de um cabeamento estruturado de fibra óptica.

Configuração SEO

O sistema de buscas do Google trabalha com o conceito de SEO, Search Engine Optimization, ou seja, uma otimização dos mecanismos de busca, prática que envolve o uso de palavras-chave, além de outras práticas que destaquem um site junto às pesquisas.

Conceito esse que também possui aplicação através do Google Web Stories, sendo indicado trabalhar com termos chamativos e compactos durante a escolha dos títulos e das informações disponíveis neste conteúdo, que acaba por dar preferência a imagens e vídeos.

Diante disso, é importante se atentar ao limite de apenas 280 caracteres por slide, tal como o Twitter faz com os seus comentários.

Ao seguir todas essas dicas, assim que um usuário pesquisar por monitoramento eletrônico, por exemplo, ele poderá ser direcionado não só ao endereço do sites que trabalham com isso, mas também a esses conteúdos diferenciais.

Produções que poderão aumentar até mesmo a relação de tal indivíduo com a empresa que trabalha com os produtos e serviços a serem destacados através do formato dos Web Stories.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

× Orçamento via Whatsapp