O impacto do SSL e o HTTPS no Ranking em SEO

Recentemente foi divulgado em diversos canais de comunicação que o Google passará a considerar a utilização de SSL como um fator, posicionando melhor os sites que utilizam o Certificado Digital SSL, ou seja, sites com HTTPS ativado.

Já fazia algum tempo que existiam rumores sobre o tema entre webmasters, e ele acabou sendo confirmado pela própria empresa, que no dia 6 de Agosto publicou no seu blog sobre Segurança Online  o post “HTTPS as a ranking signal” (“HTTPS como um fator de rankeamento”, em tradução livre).

Essa informação é válida para todos os desenvolvedores de sites, profissionais de SEO e empresas que possuem sites e trabalham com busca orgânica. E a pergunta geral é como isso pode afetar o cotidiano de trabalho. Afinal, tem-se trabalhado muito e exaustivamente em busca do melhor posicionamento e, sem a adequação, esse trabalho pode ser prejudicado.

Por esse motivo, resumimos essa mudança e tentamos responder algumas dúvidas que ainda não estavam muito claras.

HTTPS e o SEO: devo me preocupar já?

Os algoritmos do Google foram ajustados e começaram os testes para que sites que utilizem HTTPS estejam melhor posicionados do que aqueles que não o utilizam. A princípio o Google está realizando os testes em apenas 1% das buscas, segundo a própria empresa.

Apenas para efeitos comparativos, conforme foi divulgado pela Google, são realizadas mais de 3 bilhões de pesquisas por dia. Portanto, ainda é uma amostra pequena, mas esse critério será expandido em um futuro próximo. Eles não falam em prazos, mas como estamos lidando com tecnologia, não deve demorar muito.

Portanto, ainda dá tempo para se adaptar a essa alteração sem ser impactado significativamente! Além disso, como estamos no Brasil, é esperado que as alterações demorem um pouquinho mais para aparecerem por aqui.

Qual a relevância da segurança para o ranking?

Pelo menos a princípio, a segurança não será um dos principais fatores de rankeamento, mas a tendência é que essa influência aumente com o passar o tempo.

Da forma que foi colocado, a utilização do SSL como um dos fatores de ranking é uma maneira de fazer com que sites que ainda insistem na utilização do HTTP realizem essa adequação, aumentando a segurança dos dados dos usuários. Isso funciona como uma forma de encorajar esses sites, uma vez que seu trabalho de SEO não atingirá o potencial sem a utilização de um SSL.

Busca orgânica vai ficar cara?

Existem profissionais que têm se perguntado sobre esse fato, afinal hoje já existem links patrocinados (como Adwords) que inserem determinados sites nas primeiras posições do Google. Com isso, alguns profissionais optam por desenvolver sites com foco na busca orgânica, com menor custo.

No entendimento de alguns destes profissionais, isso só irá elevar o custo de um site. Infelizmente, isso é verdade; mas, na prática, essa medida irá aumentar a segurança de clientes que inserem dados em páginas, sejam essas informações endereço de e-mail, nome, telefone ou mesmo dados de cartão de crédito ou outros dados pessoais.

Além disso, no curto e médio prazo, a utilização do SSL significa uma vantagem competitiva em SEO, que poderia ser suficiente para recuperar os investimentos no produto.

A busca orgânica continua a mesma e os grandes sites já tem investido na aquisição de um Certificado Digital SSL, o que gera maior credibilidade perante seus usuários e/ou clientes. Também é preciso entender que esse investimento não é somente em SEO, o fator segurança também é bastante importante. Nesse contexto, o Google só encontrou uma forma de aumentar o número de sites com HTTPS.

Mas meu site precisa de SSL?

O SSL criptografa as informações inseridas na página e diminui as chances desses dados serem acessados por pessoas mal intencionadas. Apesar de existirem alguns sites que não solicitam cadastros do cliente ou qualquer outro tipo de informação, por exemplo, um blog; mas parece que a regra será aplicada em todos os tipos de site, e nossa recomendação é que utilize um SSL para não ser prejudicado ou limitado.

A modalidade de SSL utilizada será um fator diferencial?

Caso você não saiba, existem diferentes modalidade de SSL. O comum habilita o HTTPS; o EV, que realiza uma validação mais completa da empresa; o Wildcard para vários subdomínios, dentre outros mais específicos. O Google anunciou que o HTTPS será um diferencial em SEO, mas não existe uma descrição sobre benefícios adicionais causados pela utilização do SSL EV, por exemplo.

Também não ficou claro se ele busca o HTTPS para todo o site ou somente para páginas especificas, onde se faz necessário a inserção de dados do cliente.

Entretanto, acreditamos que o HTTPS em todas as páginas trará mais benefícios e, também, achamos que o Google não diferenciará um tipo de SSL do outro, uma vez que o objetivo é difundir a utilização da criptografia.

E agora?

Bom, agora é hora de agir. Se o site ainda não possui HTTPS é hora de corrigir isso e fazer com que todo o trabalho de SEO não seja limitado por conta da não utilização do SSL.

Fonte: https://imasters.com.br/

×